Quarta-feira, 8 de Fevereiro de 2012

58. Cuidar das Novas Oportunidades.

 

Comunicado

 

O Deputado do Partido Socialista eleito pelo círculo de Beja, Luís Pita Ameixa, reuniu em audição com os responsáveis pelos CNO – Centros Novas Oportunidades – a fim de conhecer melhor e analisar a situação atual destes centros, concluindo o seguinte:

 

1. A qualificação dos recursos humanos, a adaptabilidade e aprendizagem ao longo da vida, constitui uma necessidade premente para o desenvolvimento das Sociedades modernas e inclui-se numa política que é desenvolvida, de uma forma generalizada, no espaço europeu no qual nos integramos e competimos.

 

2. O Programa Novas Oportunidades tem vindo, em Portugal, a promover e, bem assim, a reconhecer as qualificações das pessoas através dos CNO disseminados por todo o território numa lógica de proximidade com os cidadãos.

 

3. O atual Governo PSD+CDS anunciou uma avaliação a este programa, não obstante as avaliações já efetuadas, mas que se julga sempre admissível para aquilatar a sua pertinência e interesse para o País.

 

4. Porém, antes dessa avaliação e dos seus resultados, o mesmo Governo tomou decisões de indeferir a continuidade de muitos desses CNO e de manter um funcionamento precário, apenas até Agosto próximo, quanto aos restantes.

Tal atitude mostra-se processualmente incorreta e não fundamentada, incompreensível, e altamente lesiva dos interesses dos formandos, alguns com o seu processo a meio, das instituições que contrataram de boa-fé com o Estado e dos profissionais que para estas vêm trabalhando.

 

5. No Distrito de Beja, dos 12 CNO existentes, apenas cinco subsistem precariamente até Agosto, e sete encerraram ou estão a encerrar.

 

6. Este programa dispõe de apoio europeu e é financiado por verbas da União Europeia, negociadas para o efeito no âmbito do Quadro de Referência Estratégico Nacional, pelo que não será por razões financeiras que o Governo não prosseguirá a política de qualificações da nossa população.

 

7. O Governo PSD+CDS, ao tomar esta errada atitude, desqualifica, com a maior gravidade, o esforço realizado e o valor das certificações dadas às pessoas, destrói um sistema que funciona numa lógica de acesso universal e proximidade territorial com os cidadãos, despromove a qualificação dos portugueses e incumpre os compromissos internacionais do País.

 

8. Apela-se ao Governo no sentido de avaliar corretamente a Iniciativa Novas oportunidades e rever a sua posição em conformidade, de modo a garantir ao País uma política de qualificação com qualidade.

 

Luís Pita Ameixa

  - Deputado-

  2012-02-06

publicado por ameixablogue às 20:02
link do post | comentar | favorito
|

.O Bloguer:

.links

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.pesquisar

 

.posts recentes

. 153. Ordem dos Médicos, B...

. 152. Justiça. Debate no â...

. 151. Dia do Exército 2014...

. 150. CITIUS - Sobre o pro...

. 149. Debate com o Ministr...

.arquivos

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds