Terça-feira, 24 de Maio de 2011

43. Livro sobre os Sistemas Eleitorais. Convite

 

 

"ELEIÇÕES E SISTEMAS ELEITORAIS NO SÉC. XX PORTUGUÊS - Uma perspectiva histórica e comparativa"

 

Este é um novo livro sobre a temática dos sistemas eleitorais, com várias participações e com a coordenação científica do politólogo, André Freire.

 

Um dos capítulos é escrito por mim e intitula-se "Proporcionalidade com Governabilidade – equação possível?"

 

O Lançamento (edição, Colibri) será a 1 de Junho de 2011, em Lisboa, no auditório da Fundação Mário Soares.

 

publicado por ameixablogue às 02:06
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 20 de Maio de 2011

42. Africanista de Massamá é ofensa?

 
 

O PSD que não fuja

 

1. Procurando indevidamente aproveitar-se da expressão “Africanista de Massamá”, que acho que pode ser usada quanto a Passos Coelho, o cabeça-de-lista do PSD por Beja anunciou a sua fuga dos debates entre os candidatos.

 

2. Desde logo tal reacção é desproporcionada revelando, na verdade, uma grande impreparação política.

Colocar à frente das responsabilidades de candidato e do debate democrático uma questão fútil, proveniente do uso consagrado da ironia na política, só mostra uma confissão de receio mal disfarçada.

 

3. Só um candidato impreparado, politicamente débil e desconhecedor das temáticas perde a coragem para enfrentar o debate político.

Em Democracia o debate é essencial para o esclarecimento eleitoral e uma prova a que os candidatos não devem furtar-se.

 

4. O pretexto para fugir, usado pelo candidato do PSD, não tem qualquer razão de ser.

Com efeito, Passos Coelho parece que faz gala de morar na localidade de Massamá (o que não tem nada de especial, parece-me) e porque os seus seguidores o consideram como líder eles próprios o apelidaram “Obama de Massamá”, e disso mesmo dá conta a sua biografia autorizada publicada no livro "Passos Coelho. Um homem invulgar", da jornalista Felícia Cabrita.

Acresce que foi Passos Coelho que disse de si próprio: "Sou o mais africano de todos os candidatos."

E acrescentou:" A minha raiz pessoal está muito ligada a África…”

(por todos, ver o jornal i on line de 17 de Maio de 2011)

 

5. A expressão africanista não tem nada de racista ou colonialista como alguns – com manifesta ignorância ou má fé – vieram deturpar.

Muito pelo contrário, o termo “africanista” é usado para os amigos de África e cultores dos estudos africanos e, noutro registo, também para os defensores dos nacionalismos africanos que lutaram contra o colonialismo e contra o apartheid.

 

6. Os epítetos que os seguidores de Passos Coelho, e ele próprio, a si, atribuem permitem pois que o apodemos “Africanista de Massamá”, sem qualquer problema e muito menos ofensa. A não se entender assim teríamos de considerar que primeiro já tinha havido auto-ofensa!

 

7. Ofensa verdadeira e grave, sim, foi, por exemplo, pessoa responsável do PSD ter comparado o Primeiro-Ministro de Portugal a Hitler.

Sobre isto ainda não ouvimos a indignação dos candidatos do PSD!...

 

8. O cabeça-de-lista e os candidatos do PS por Beja reafirmam o seu compromisso ético pelo qual sempre pautaram a sua acção, há muito conhecida da população, e o seu compromisso político, sem distracções, pela representação e defesa dos interesses e direitos de Beja e do Baixo-Alentejo.

 

E, outrossim, acusam o PSD de inventar pretextos secundários para fugir ao debate político democrático.

 

Beja, 2011-05-20

Luís A. Pita Ameixa

 

 

 

 

publicado por ameixablogue às 23:39
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 7 de Maio de 2011

41. Importante: Ajuda externa não compromete conclusão do Alqueva.

 

 

  "O primeiro-ministro, José Sócrates, garantiu ontem que o memorando de entendimento com a 'troika' «em nada compromete ou põe em causa» o calendário definido pelo Governo para o Alqueva, assegurando que o projecto estará concluído até 2013.

 

«Queria tranquilizar os alentejanos. Decidimos um calendário para o Alqueva para finalizar o projecto até 2013 e vamos fazê-lo.

 

Nada do acordo que acabámos de assinar compromete ou põe em causa aquilo que são os nossos calendários», afirmou José Sócrates aos jornalistas, durante a sua passagem pela Ovibeja.

 

O primeiro-ministro lembrou ainda que, quando chegou ao Governo, o calendário inicialmente previsto para a conclusão do Alqueva era 2025, destacando que o seu Executivo «acelerou em 12 anos» o projecto." 

 

In: Rádio Planície, Moura, 2011.05.06

 

 

tags:
publicado por ameixablogue às 13:38
link do post | comentar | favorito
|

.O Bloguer:

.links

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.pesquisar

 

.posts recentes

. 153. Ordem dos Médicos, B...

. 152. Justiça. Debate no â...

. 151. Dia do Exército 2014...

. 150. CITIUS - Sobre o pro...

. 149. Debate com o Ministr...

.arquivos

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds