Sexta-feira, 30 de Abril de 2010

16. Esquerda e Direita em concreto.

A crise financeira e económica grave que atravessamos também  constitui um interessante barómetro para analisar como as formações políticas se posicionam a esse respeito.

 

É claro que as propostas concretas e realistas não aparecem.

 

Se não fosse o PS e seu Governo parece que Portugal estaria sem soluções.

 

Mas, o que matiza as atitudes das oposições da esquerda e da direita é o seu posicionamento a respeito da governação.

 

Enquanto a Direita desenvolve uma estratégia política de alternativa governativa ou, até, de eventual cooperação, a Esquerda posiciona-se de modo absolutamente excêntrico nesse aspecto.

 

Os Partidos da extrema esquerda (BE, e, PCP) desenvolvem uma acção meramente anti-governos, só de protesto, fugidia das responsabilidades concretas.

 

É claro que esses Partidos não têm representatividade para lhes ser entregue a governação, mas então - mantendo, é claro, a sua personalidade política - poderiam abrir zonas de colaboração e aí, convenhamos, áreas de conquista das suas teses.

 

Mas não!

 

Ora isto cria um grave problema de governabilidade no  nosso País.

 

Enquanto a Direita (PSD, e, CDS) se consegue entender entre si para formar Governo próprio (assim é alternativa), ou tem margem de cooperação para aspectos da governabilidade, já os dois Partidos de extrema Esquerda, atados a um radicalismo espúrio, se põem fora de tudo, numa espécie de "tudo ou nada" (ou conseguem o seu tudo, ou não cooperam em nada)!

 

Assim, o PS fica na posição de só poder contar com aspectos parcelares de cooperação à direita, e só é alternativa de Governo  sozinho.

 

Esta é a grande irracionalidade da esquerda em Portugal!

 

 

 

publicado por ameixablogue às 10:15
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Luís Alberto Cacito a 12 de Maio de 2010 às 17:31
DEMOCRACIA implica, para alem de muitas outras premissas - COMPROMISSO, RESPONSABILIDADE. Compromisso de trabalhar em prol da manutenção (em cenário de vrise) ou melhoria das condições e vida das pessoas. Responsabilidade de fazer propostas execuíveis e pragmáticas, tendentes a resultados efectivos.
A oposição ao Governo, em particular, a de esquerda (PCP e BE) não se Compromete, mais uma vez, como tem sido seu apanágio, nem tem sido responsável, nesta difícil Missão. Antes prefere fazer propostas que sabem que "ficam bem na fotografia" perante o eleitorado, mas que, na pratica não são de todo possíveis de executar no actual quadro económico nacional, europeu e internacional. Prefrem o "tudo ou nada", porquem sabem que não vão ter que implimentar o "TUDO" e retiram beneficio eleitoral do "NADA" - a isto chamo "DESCONSTRUTIVISMO", filosofia que se opõe ao natural e desejável "CONSTRUTIVISMO" inato ao ser humano, e mola real da sua evolução positiva.
Por outro lado, a oposição de Direita opta por outra estratégia, sem dúvida mais sagaz, mas não menos hipócrita - e a estratégia da "colagem", do "também já tinha pensado nisso ...", ou seja, do "roubar" as ideias ao Governo e reivindicar a sua autoria e / ou co-autoria.´Só não se percebe é porque essas ideias surgem sempre a partir de outras iedias de base similares já "inventadas" / faladas pelo Governo e surjem sempre em mais quantidade quando estão na oposição, pois nos momentos em que foram Governo, tamanha foi a escassez de ideias, que o país parece "parar" ...
E assim, mais uma vez na História da Política de Portugal após o 25 de Abril, o PS aparece sozinho, entregue a si próprio, e com "a criança nos braços". Mas, mesmo assim, para descontentamento da oposição (da esquerda à direita), o PS tem conseguido e vai conseguir, mais uma vez, "dar a volta por cima", ficando o país a ganhar com isso. Esta é a postura do Governo PS, esta é a "raça" ...
Vamos em frente ...





Comentar post

.O Bloguer:

.links

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.pesquisar

 

.posts recentes

. 153. Ordem dos Médicos, B...

. 152. Justiça. Debate no â...

. 151. Dia do Exército 2014...

. 150. CITIUS - Sobre o pro...

. 149. Debate com o Ministr...

.arquivos

. Janeiro 2015

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds